Uma viagem sob medida

 

pexels-photo-261834.jpeg

Olá, viajante!

Qual o seu estilo de viajar? Econômico? Ostentador? Preguiçoso ou aventureiro?

Hoje você verá um pouco sobre os perfis de viajantes, dicas e sugestões de lugares para aproveitar uma viagem bem do seu jeitinho.

O econômico, também conhecido como mão-de-vaca, pão-duro etc, é aquele que prioriza as experiências gratuitas (ou quase), o contato com a natureza e com as pessoas do local. Sendo assim, para ele não importa comer no restaurante mais caro e famoso do pedaço. Se ele não puder sair caminhando com facilidade, ver o “centrinho/centrão”, conversar com nativos e provar aquela gastronomia popular (de rua), sua viagem não terá tanto sentido.

Já o ostentador é exatamente o oposto do econômico. Ele quer ir no melhor restaurante, sentar na mesa com a melhor vista. Pegar ônibus? Andar a pé? Ele rejeita qualquer meio de transporte que não seja um carro alugado (ou seu próprio veículo, dependendo da viagem). Muitos cliques com taça na mão e hashtags do estilo #vidao #happy e afins. Ele pode até não ser rico, financeiramente falando, mas durante a viagem quer se sentir milionário (e depois fica pagando boleto até as próximas férias).

O viajante de estilo preguiçoso paga para não fazer nenhum esforço. Compra pacote de viagens porque não quer trabalho com transportes, hospedagens e passeios. Se pudesse, pagaria até para lhe darem comida na boca depois dos passeios. Brincadeirinha, viu, preguiçosos? Ou será que tem gente assim? #pensativa

E o aventureiro, como é? É o que só viaja se tiver uma pedra para escalar, um mar para fazer mergulho ou algum tipo de atividade radical. Não sai de casa para descansar e passear sem pressa, precisa de adrenalina até quando viaja.

Além desses 4 estilos, tem também o andarilho, o curioso, o comprador, o gourmet, o baladeiro, o nervosinho… São tantos estilos que alguns deles até se misturam e formam um novo. Tem algo errado nisso? Não, claro que não.

É bom que a pessoa saiba o próprio estilo antes de escolher o destino de viagem, pois assim ela não se frustra com os atrativos que o local oferece.

Admito que sou um mix de estilos. Aprendi, viajando, a ser um pouco de cada (e minha ostentação se resume a ir no que parece chique, mas não é caro rsrs). Digamos que sou razoavelmente econômica, com alguns momentos de luxo, e na maior parte do tempo andarilha (o que me faz caminhar como se não houvesse amanhã e aproveitar cada canto dos lugares por onde passo). E esses estilos são levados em conta sempre que penso para onde quero ir.

 


Agora veja sugestões de destinos que combinam com cada estilo de viajante:

Econômico: lugares com boa oferta de transporte público, hospedagem em hostel ou airbnb, atrações ao ar livre e museus com entrada gratuita. Rio de Janeiro (apesar de cara, a cidade oferece muitas atividades gratuitas, hospedagens econômicas e transporte público que atende bem as zonas turísticas), Salvador (Pelourinho, Igreja do Bonfim, Cidade Baixa, Mercado Modelo, Dique do Tororó, Morro do Cristo, Porto da Barra… Tudo grátis e fácil de conhecer).

 

1257619800
Farol da Barra – meu cartão postal favorito de Salvador ❤

 

Ostentador: balneários, resorts e bons restaurantes estão em sua lista. Jurerê Internacional (SC), Búzios (RJ) e Fernando de Noronha (PE) são alguns dos destinos procurados por quem só quer saber da riqueza.

20151011_173850
Escolha um dos restaurantes da Orla Bardot, em Búzios, e assista a esse espetáculo 🙂

 

Preguiçoso: cidades com passeios que não exijam muito esforço físico, que tenham atividades culturais e de lazer, de preferência com pacote de agência com todos os serviços incluídos (do transporte ao almoço, passando pelo ingresso das atrações). Esse perfil fica bem confortável em cidades como as belas Vila Velha (ES), Belo Horizonte (MG) e João Pessoa (PB).

DSC05715
O nome da cidade não é por acaso – que belo horizonte!

 

Aventureiro: lugares que oferecem boas doses de adrenalina em diversas modalidades Brotas (SP), Chapada dos Veadeiros (GO), Foz do Iguaçu (PR), Ilha Grande (RJ).

CYMERA_20160919_082633
As impressionantes cataratas de Foz do Iguaçu.

 

Baladeiro: como ele prefere a noite ao dia, qualquer destino com shows e boates que funcionam até o dia clarear, que é quando ele volta para o hotel para se recuperar. Rio de Janeiro (Capital), Florianópolis (SC) e São Paulo (Capital),

20170805_210326
Rooftop Augusta – ótimo happy hour para depois curtir a noite paulistana.

 

 

Andarilho: cidades históricas, como Paraty e Tiradentes, agradam muito a esse ser andante e viajante.

20170615_141511
Uma das ruas de Tiradentes coberta por tapetes de sal na Semana Santa.


 

Espero que ninguém se ofenda com os perfis desenhados ou pense que estou rotulando negativamente os viajantes. A intenção é fazer um resgate de nossas lembranças construídas ao longo de viagens. Quem nunca encontrou (ou conhece, ou se enxerga como) um desses perfis viajantes por aí? Também não quer dizer que as sugestões de destinos sirvam só para os perfis citados, viu? Todo mundo pode ir a todos os lugares.

Quanto mais viajamos, mais reconhecemos alguns padrões em pessoas e lugares. É isso que nos traz a tal da experiência. E ser experiente nos permite fazer melhores escolhas… e você? Qual o seu perfil?

😉

 

 

 

2 comentários em “Uma viagem sob medida

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: