Eu não queria ir e adorei!

 

Olá, viajante!

Preciso compartilhar uma esquisitice minha com você: tem lugares que tenho zero vontade de ir, por mais que todo mundo fale maravilhas sobre eles. Aí, chega um dia que eu resolvo ir lá conferir se é tudo aquilo mesmo que dizem. Na maioria das vezes que isso aconteceu, voltei encantada e querendo ter ficado mais. Outras (poucas) vezes, eu fui e me arrependi  valeu, mas não pretendo voltar.

Vamos falar de algumas viagens que amei e ficaram na memória?

  1. Jericoacoara
  2. Tiradentes
  3. Curitiba

Por tudo que vivi nesses lugares, posso afirmar que nada é por acaso (mesmo). Por motivos diferentes, fui parar em cada um deles. Em comum a todos, só a minha incessante vontade de viajar e desbravar cada cantinho desse planeta que vivemos.


Jericoacoara

Ai, Jeri! Cada vez que penso em você, me dá uma saudade imensa e vontade de fazer toda a peregrinação cansativa para te ver de novo. ❤

O acesso a este paraíso não é fácil (não era quando fui, mas agora tem avião e… espero que o turismo em massa que vem do céu não acabe com essa joia do Ceará).

De Fortaleza até Jijoca, o percurso podia ser feito por ônibus, van ou 4×4 (por motivos de vontade de chegar logo e verba curta, fui de van). Foram 6 horas na estrada + 1 horinha de pau-de-arara (que não é transporte para os fracos, viu?). O corpo vai sacolejando e a gente vai se segurando no pau para não cair do jipe, mas poucos minutos depois começa o show de beleza: dunas lindas para todos os lados. Até dá para esquecer o sofrimento da viagem. Uma vez na vila, tudo é lindo e mágico. Pé na areia o tempo todo. Passeios para praias e lagoas próximas. Ver o sol se pondo na imensa Duna do Pôr do Sol (um dos mais lindos que já vi).

Este slideshow necessita de JavaScript.

À noite o agito rola na rua principal da Vila, que vai até a praia. Se quiser um som, a cada dia o bar da Dona Amélia tem uma programação diferente. Fui no dia de forró e adorei! Voltei encantada com tudo e prometi a mim mesma que retornarei àquele lugar incrível!

Para saber quando ir, como ir e o que fazer em Jeri, clique aqui.


Curitiba

Clima europeu, ruas limpíssimas, transporte público integrado, pontual e de qualidade, verde para todos os lados. Como era diferente esta cidade das outras que já tinha ido, até então. Além do encantamento com toda a beleza e organização, lembro da capital paranaense com carinho, já que foi o destino da minha primeira viagem sozinha. A primeira vez que estive lá foi em 2008, na época daquelas promoções de voo a 1 real (alguém lembra?). Entrei no site e vi o preço. Claro que comprei antes de pensar se queria mesmo ir. E uma vez que a passagem foi comprada, a vontade de viajar chega em 2 minutos (diz que não é assim?! :D)

1206286629.jpg
A passarela vazada do Teatro Ópera de Arame e eu estreando em viagens solo – março/2008

Fiz os passeios turísticos sem dificuldade, graças ao ônibus da Linha Turismo. Você paga R$ 45,00 e ganha 4 tíquetes para descer e embarcar de volta em qualquer ponto do roteiro percorrido pelo ônibus. São muitos lugares lindos (eles dão um mapa e o dificil é escolher só 4 lugares para descer, de tanta coisa bonita que tem pelo caminho). Para saber mais sobre esse serviço, clique aqui.


Tiradentes

Como eu fui parar lá? Sabe aquele fogo de viajar às vésperas de um feriadão sem ter planejado nada? Então, sou dessas (também). A escolha de um destino em cima da hora fica muito restrita. O meu critério para doer menos no bolso é procurar locais que eu possa ir de ônibus, porque avião nessas horas é suicídio financeiro, né?

Lá fui eu. Do Rio para São João Del Rey (de ônibus) e de lá para Tiradentes, num táxi, às 3h30 da madrugada. Deu medinho porque era um lugar desconhecido, trecho escuro, taxista meio perdido para achar o hostel, mas deu tudo certo. Quando fui para a varanda do meu quarto, já dei de cara com a imagem da igreja cartão postal da cidade, linda, se destacando na escuridão, toda iluminada, com suas cores reluzentes (branca e amarela). Foi amor à primeira vista por uma cidade que eu nem tinha visto ainda durante o dia!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Andar por lá foi uma delícia. Suas construções tão bem preservadas, ser bem recebida por esse povo tão amável, que é o mineiro, não se preocupar com violência, não querer saber que horas são, caminhar por ruas de paralelepípedos e visitar museus, igrejas, lojinhas, restaurantes… ai, como foi boa essa viagem! Aproveitei para conhecer Bichinho, um povoado que fica no município de Prado, do “ladim” de Tiradentes (só 7km de distância). Lá você encontra muitos ateliês e lojas de móveis e decoração para casa. Qual a vontade que dá? De comprar tudo e chamar um caminhão para levar! rs. Vale uma visita para apreciar a arte da região, ao menos. E se gostar de algum objeto, compre lá, porque em Tiradentes você vai encontrar a mesma peça custando 2, 3 vezes mais #ficadica.

Recomendo em Tiradentes: o espetáculo som e luz na Igreja Matriz de Santo Antônio (aquela igreja linda, cartão postal, branca e amarela), Para comer, o Restaurante Viradas do Largo (comida ma-ra-vi-lho-sa!). E de sobremesa, para as formigas de plantão, os doces famosos do Chico doceiro. 🙂

Informações de turismo, cultura e mais detalhes sobre a cidade, você vê aqui.

O passeio de Maria Fumaça é algo que você também precisa fazer para ter uma experiência completa de voltar no tempo. Eu aproveitei e peguei o trem (trem mesmo, uai) de Tiradentes para São João Del Rey. Você pode comprar ida e volta, comprei só ida porque de SJDR eu pegaria o ônibus de volta para o Rio. Chegando lá, aproveitei o tempo livre para fazer um city tour com guia e conheci as 4 mais importantes (e lindíssimas) igrejas da cidade. Saldo dessa viagem: mais que positivo, inesquecível!


 

Espero que meus relatos sobre lugares que não estavam no topo da minha lista e me surpreenderam também sirvam para te inspirar em uma próxima viagem, caso não seja possível ir para aquele lugar que você queria muito e só ele interessava. Os destinos de última hora também sabem como te agradar!

🙂

.

 

 

 

 

2 comentários em “Eu não queria ir e adorei!

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: